Chegaram as sementes!

Screen%20Shot%202020-11-03%20at%2011
Screen%20Shot%202020-11-03%20at%2011

press to zoom
Screen Shot 2020-11-03 at 11.49.29
Screen Shot 2020-11-03 at 11.49.29

press to zoom
Screen Shot 2020-11-03 at 11.49.17
Screen Shot 2020-11-03 at 11.49.17

Describe your image

press to zoom
Screen%20Shot%202020-11-03%20at%2011
Screen%20Shot%202020-11-03%20at%2011

press to zoom
1/3

Chegaram as sementes do projeto de partilha! Variedades de milhos, feijão, arroz, mandioca e batata salsa - primeira etapa. A segunda, daqui alguns dias, vai hortaliças.


Logo todas as sementes estarão com os grupos que pediram! Se tiver ainda interessados em receber sementes de milho e feijão,  entrar em contato com o Marcelo Passos ou com a Nel!

Algo belo está acontecendo!


No meio da pandemia e de todos os problemas que ela trouxe, no meio da crise econômica que já existia antes do covid19, surge uma iniciativa importante e marca uma nova fase para a AOPA. A Casa da Semente, é uma das ações do projeto  da AOPA chamado “Semente para Todos”, com recursos de nossos amigos alemães da organização Terra Nova.


Os momentos difíceis que passamos, não só na agricultura, têm nos exigido rever muita coisa.
Já falamos sobre ela outras vezes. Agora, junto com as outras entidades da ReSA (Rede Sementes da Agroecologia), a Casa da Semente/AOPA, buscando alternativas para substituir as festas e feiras das sementes, conseguiu  recursos junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT) para fazer uma grande distribuição de sementes. Na primeira etapa, que está quase no final, está sendo distribuído sementes de milho, arroz, feijão, além de mudas de batata salsa e manivas de mandiocas. A segunda etapa será das sementes de hortaliças. Muitas comunidades indígenas e quilombolas estão se beneficiando. Muitos agricultores e agricultoras estão se emocionando em receber estas sementes, que são variedades (não híbridas) e poderão ser replantadas nas safras seguintes.


Para a segunda etapa, vamos precisar empacotar cerca de 20 mil pacotinhos com todas as variedades que temos. Aqueles que tiverem interesse de ajudar neste processo de empacotar, separar os pedidos e despachar as sementes serão bem-vindos. Podem entrar em contato comigo, Nel ou Dantas. Logo passaremos os dias dos mutirões (tomando os cuidados necessários neste momento de pandemia).


Também estamos começando novo projeto junto com o MPT de fortalecimento das Casas de Semente e festas e feiras.
Outra porta que está se abrindo é uma parceria mais consistente com o IDR (antiga Emater/CPRA/IAPAR/CODAPAR) para acessarmos sementes e outros materiais genéticos. No começo do ano conseguimos muitas variedades de manivas e estava programada uma oficina de coleta e preparação de mudas de frutíferas, na estação de Morretes do IAPAR (que foi adiada por conta da pandemia). Agora recebemos sementes de arroz de sequeiro e de alagado para produção de sementes para a ReSA e ano que vem teremos no circuito estas sementes.
Seguimos, abraços!

Marcelo Passos - Projeto Casa da Semente